quarta-feira, 25 de abril de 2007

Olissipografia 17


Este local é para adivinhar, e desta vez sem pistas...

10 comentários:

Je maintiendrai disse...

Vista para o jardim atravessando o local onde está o Ginásio Clube??

Je maintiendrai disse...

Não me convence(ço)...
Zona do Arco do Carvalhão? Hum...

O Exactor disse...

Frio, frio... Uma pista - repare V. Exa. no aqueduto - e não é o carvalhão!...

O Jansenista disse...

A Pampulha, Senhores! Convenço-me de que o Ilustre Confrade Ignaciano andou tempo de mais pela estranja...

Luís Bonifácio disse...

Construção da Infante Santo?

O Exactor disse...

Precisamente, a Pampulha! Mais precisamente, a construção da Tenente Valadim...

Je maintiendrai disse...

Ora! Com bocados de aqueduto que já não existem, também eu... E vamos lá a particularizar as referências visíveis a ver se percebo; como faz o nosso Bic Laranja...

O Exactor disse...

Pois claro, confrade Je Maintiendrai,
As referências visíveis são inexistentes. No entanto, partes do aqueduto podemos ainda encontrar na subida da Avenida.
Do lado direito vemos o início da encosta da colina mais alta de Lisboa, que é encimada por uma rua com muito bons ares.
Tenho de reconhecer que a fotografia é de pistas complicadas, mas será a Infante Santo, na parte baixa, com um viaduto a tapá-la.

Je maintiendrai disse...

Ora bem. Podemos então imaginar que o aqueduto está na linha prolongada do troço ainda existente ali pelo Pau da Bandeira, mais o chafariz agora quase entaipado por aquela mostruosidade que estão a construir sobre a Infante Santo. A interessante casa nobre da direita deve caír em cima do velho café Napoleão e bloco de escritórios, e a da direita aprox. sobre a Cova da Moura; a fotografia deve, assim, ter sido tirada do troço (hoje sobre a Infante Santo) proximo da Calçada da Pampulha.

Bic Laranja disse...

Mencionaram-me, então resolvi amplificar...
Cumpts.